RSS

Arquivo de etiquetas: castelo

DisneyWorld – Orlando

 

 

Oláááá, pessoal!!

 

 

Vamos falar no lugar em que qualquer adulto se transforma em criança ao passar pelo pórtico principal… isso mesmo… o mundo Disney! Sabe a melhor parte? Além de diversão, Orlando também é sinônimo de compras!

 

 

Diversão + Compras = É o lugar ideal para ser feliz !!Mas, vamos por partes.

 

 

 

–> A região tem 4 parques da Disney:

 

 

:: Magic Kingdom: O primeiro parque inaugurado da família Disney. A atração que mais chama a atenção na chegada ao parque é, sem sombra de dúvidas, o Castelo da Cinderela. Esse parque apresenta atrações mais focadas para crianças pequenas, sendo o mais lúdico e o que apresenta maior número de atrações. Fique até o final da noite para aproveitar o show… é lindo! Lembre-se de utilizar o fast pass sempre que puder. Assim, você economiza tempo de fila e aproveita mais o parque. As atrações mais legais são: Big Thunder Mountain Railroad (uma montanha-russa moderada), Peter Pan`s Flight, Indy Speedway, Space Mountain, Buzz Lightyear`s Space Rager Spin, Stitch`s Great Scape! Se estiver com tempo, almoce no Castelo com as princesas… uma experiência única!

 

 

:: Epcot, ou Experimental Prototype Community of Tomorrow (Protótipo de Comunidade Experimental do Amanhã): Um parque futurista, sonho de Walt Disney do que seria uma cidade no futuro. Nesse parque você passa por diversas nações, com souvernirs de cada parte do mundo. São onze os países representados são: Japão, China, México, Noruega, Alemanha, Itália, Estados Unidos, Marrocos, França, Reino Unido e Canadá. Em cada país, é possível encontrar atrações voltadas a cultura local, bem como restaurantes com comidas típicas. Aproveite para pegar seu ursinho e carimbar em cada país. É uma ótima recordação! Lembre-se de utilizar o fast pass sempre que puder. Assim, você economiza tempo de fila e aproveita mais o parque. As atrações mais legais são: Carrocel do Futuro (dentro da bola – símbolo do parque), Soarin (um voo de asa delta pelos pontos turísticos dos EUA), Mission: Space (uma viagem pelo espaço) e Test Track.

 

 

:: Animal Kingdom: Com sete áreas diferentes, é o parque mais novo da Disney. O ponto central do parque é a árvore da vida. Nela, estão esculpidos diversos animais, que compõem o seu tronco. Dentro dela, é possível encontrar um divertido filme 3D baseado no filme Vida de Inseto… muito legal! Outros brinquedos bacanas são:  Flights of Wonder (adulto somente acompanhado de criança), Kilimanjaro Safari, Dinosaur e, para os mais aventureiros, a montanha-russa do Expedição Everest! Uma experiência divertida é o restaurante Rainforest Cafe. :: Hollywood Studios: Em Janeiro de 2008, Disney-MGM Studios mudou de nome, passando a ser conhecido como Hollywood Studios. O novo nome reflete o crescimento do parque, de representar os anos dourados do cinema para uma celebração das novas formas de entretenimento que Hollywood oferece nos dias de hoje com música, televisão, cinema e teatro.Algumas atrações bacanas são: Indiana Jones Epic Stunt Spetacular, Star Tours, Lights, Motors, Action!, Toy Story Midway Mania, Fantasmic! e a famosa Torre do Terror (juro que nunca tive coragem de ir!)

 

 

:: Hollywood Studios

 

 

… + Dois parques aquáticos: Blizzard Beach e Typhoon Lagoon.

 

 

 

 

–> E outros parques:

 

 

:: SeaWorld: Para quem gosta de aventura radical, a Manta pode ser uma alternativa. Esse parque é um show de animais marinhos. Ali, você encontra pinguins de todos os tipos, flamingos, golfinhos, focas, leões marinhos,… eles estão por todas as partes, inclusive nos shows. O mais divertido é o chamado Clyde and Seamore – Take Pirate Island. Tem um mímico que recebe os turistas que é o maior sucesso! Um lindo show chamado Believe encerra a noite com chave de ouro! Infelizmente, não existe mais o show da Shamu, mas atualmente existem cinco ou seis baleias que encantam de igual forma. Uma dica boa para almoço é o restaurante com um aquário de tubarões: Sharks Underwater Grill (http://seaworldparks.com/seaworld-orlando)

 

 

:: Discovery Cove: Para mim, o melhor parque de todos. Amo animais e esse é um dia inteiro de relax, bem pertinho deles. O parque foi reformulado e hoje você tem três opções de ingresso: simplesmente passar o dia, aproveitando a infra-estrutura do lugar – que é bem bacana -, nadar com os golfinhos, ou, passar o dia todo no parque como “sombra” de algum funcionário. Você chega cedinho e tem acesso aos animais, assim como os treinadores. De brinde, você tem direito a nadar com os tubarões (um novo tanque que foi inaugurado)!! Ainda não fizemos esse…mas certamente será o próximo! Uma outra novidade no parque é o mergulho com escafandro. Você coloca uma espécie de capacete na cabeça e caminha em um tanque especialmente desenvolvido para este passeio – é cobrado a parte. Caso você decida comprar o ingresso com o mergulho de golfinhos, não irá se arrepender. Chegue cedo, pois é por ordem de chegada, deixe suas coisas no armário, coloque a roupa especial de mergulho (você pode escolher o colete ou a roupa completa – dependendo da estação do ano) e desfrute do delicioso café da manhã, cortesia do parque. Na entrada, você recebe o seu crachá, que identifica seu grupo de mergulho, e um pequeno mapinha do parque. Ele não é muito grande, mas sempre ajuda. Dez minutinhos antes da hora marcada para o mergulho, vá até a cabana e assista a um vídeo explicativo e algumas orientações do monitor. Lembre-se: para sua segurança e do animal, não é permitida a entrada de máquinas fotográficas, filmadores e jóias. Retire tudo e deixe no locker. Caso você não tenha comprado o mergulho, não fique triste, aproveite a piscina de águas doces e quentinhas, que passam no meio do viveiro de aves. Aliás, diferentemente do Busch Gardens, para alimentar os pássaros não tem custo! É a vontade. Aproveitem pois eles são lindos e muito dóceis!! O almoço e os lanches também já estão inclusos no valor do ingresso. Por fim, curta a piscina de água salgada com uma infinidade de animais marinhos… não se apavore se, enquanto você nada, uma linda e grande arraia passe juntinho… relaxe aproveite esses momentos únicos!!

 

 

:: Universal`s Islands of Adventure: A mais nova atração do parque é a terra do Harry Potter. Numa das vezes que estivemos por lá (dez/10), logo após sua inauguração, a fila era tamanha que, em determinado horário, essa terra era fechada e só entravam novos turistas a medida que saíam alguns. Hoje o ambiente já está mais tranquilo. Pode-se caminhar com mais facilidade e andar nos brinquedos com um tempo de espera menor. O que mais gostei foi o voo com na vassoura (Harry Potter and the Forbidden Journey), mas o David não achou muito legal. Não dá para esquecer outras atrações muito bacanas, de outras terras, como The Amazing Adventures of Spider-Man, onde você presencia a luta do homem aranha e seus rivais, tudo em 3D!  Para os radicais, é possível se deliciar nas montanhas russas do parque, em especial, a do Hulk. (http://www.universalorlando.com/Theme-Parks/Islands-of-Adventure.aspx)

 

 

:: Universal Studios: Confesso que moooooooorro de medo desses brinquedos radicias demais, por isso, vou destacar aqui os mais leves e que agradam a todos: A montanha-russa da Múmia é muito boa, WaterWorld e Special Effects Stage (shows de como os filmes são feitos, com efeitos especiais e afins), MIB, Terminator 2 – 3D e o brinquedo do Jurassic Park. (http://www.universalstudioshollywood.com/) e (http://www.universalstudioshollywood.com/pdf/Universal_Studios_Hollywood_Park_Map.pdf) :: Bush Gardens Tampa: Esse parque é localizado em Tampa, aproximadamente 120Km de Orlando. Seu foco são as montanhas-russa radicais e o contato com os animais. Recentemente, foi inaugurada a Cheetah Hunt, que não é a mais radical, mais rápida ou mais desafiante de todas, mas sim, a mais inovadora ao simular a corrida de um guepardo. Não fomos ainda, mas ouvi muitos elogios a respeito. Dentro desse parque você também poderá alimentar algumas espécies raras de aves. A comida é paga a parte. (http://seaworldparks.com/en/buschgardens-tampa)

 

 

:: LegoLand Florida: Inaugurado há pouco, ainda não fomos, mas o parque promete! É o maior parque temático da Lego do mundo, tem mais de 50 atrações. Foram necessárias mais de 30 milhões de peças para construir o Legoland Florida, que tem uma cabeça do Einstein gigante, elefantes que esguicham água, uma réplica de um ônibus espacial e maquetes de cidades. (http://florida.legoland.com/) :: Parques Aquáticos ( Blizard Beach e Tiphoon Lagoon): Nunca fomos, não sei dizer exatamente como funciona, mas fazem parte dos parques da Disney.

 

 

:: Busch Gardens: Localizado em Tampa, cerca de 90 Km de Orlando, cerca de 1h15min de carro. O parque foi inaugurado em 1959, inicialmente como um zoológico, com o objetivo de ensinar os visitantes a proteger a vida selvagem. Com o passar do anos, atrações foram sendo agregadas ao parque, como as incríveis montanhas-russas, incluindo a nova Cheetah Hunt. Para acessar maiores informações do site, clique aqui.

 

 

 

 

–> Algumas dicas gerais nas visitas aos parques:

 

 

* Lembre-se de ir com roupa confortável, tênis é uma ótima pedida;

 

 

* Leve sua câmera fotográfica, mas lembre-se que em quase todos os parques você pode encontrar o fotógrafo oficial. Tire fotos a vontade (você receberá um cartão de identificação, assim, sempre que tirar foto, apresente-o ao fotógrafo) e, no final, compre o CD com todas as fotos. Aproveite para personalizar as fotos com os personagens! Caso a quantidade de fotos seja pequena, você pode, inclusive, fazer o download no site direto ou, se preferir, receber em casa todos os cliques em um CD;

 

 

* Leve sua garrafinha de água, assim, poderá “reabastecê-la” nos bebedouros espalhados pelo parque;

 

 

* Para as refeições leve, coloque alguns snacks na mochila – um bom lugar para comprar isso em Orlando são os supermercados do WallMart, tem de tudo por lá, e muito mais barato do que no Brasil;

 

 

* Defina um local de encontro, caso o grupo se divida;

 

 

* Aproveite os Fast Pass e ganhe tempo!

 

 

 

SHOPPINGS

 

 

:: Downtown Disney: Não chega a ser um outlet. Mas apresenta uma boa seleção de lojas, incluindo a da Lego. Durante a noite, o lugar ferve com várias boates. Ali também é possível encontrar um show permanente do Cique Du Soleil, chamado La Nouba.

 

 

:: ORLANDO PREMIUM OUTLETS: Existem dois na cidade (8200 Vineland Avenue, 4951 International Drive)

 

 

:: ORLANDO MARKET PLACE: 5269 International Drive Espero que tenham gostado!

 

 

 

Enjoy!!

 

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

Data da viagem: Sempre que a agenda permitir! 😀

 

 

 

*

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 23 de Janeiro de 2012 em Disney, Estados Unidos

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Blois – França

Olá, a todos!

 

Inicialmente, Blois, na região do Vale do Loire, na França não estava na programação. O combinado era apenas Paris e Londres mas, um tempinho antes de viajarmos, o David viu uma reportagem lindíssima sobre o voo de balão e decidiu que iríamos. Sim, quando esse homem decide fazer algo, nada o impede!!

 

Assim, no “dia livre” que teríamos em Paris, decidimos ir a estação central e comprar nosso ticket até Blois, que fica aproximadamente duas horas de viagem. Chegando na cidade, não sabíamos por onde começar, mas decidimos caminhar para ver se encontrávamos alguém que pudesse nos guiar…depois de uns 15 minutinhos de caminhada, vimos um lindo castelo, o de Blois… que toma conta dos nossos olhos a cada passo que nos aproximamos. Ele apresenta uma mistura simpática de vários estilos arquitetônicos, como se cada parte representasse um pedaço da história da cidade.

 

Ali pertinho, encontramos um ponto de informação ao turista. Fomos muuuito bem atendidos por uma senhora que nos deu todo o suporte que precisávamos. Fomos informados de que os voos de balão saem no comecinho da manhã ou no final da tarde. Como o horário da tarde estava muito próximo para qualquer planejamento, decidimos procurar algum hotel para passar a noite e, assim, fazermos nosso passeio no outro dia pela manhã. Próximo da estação, encontramos um simpático hotel… nada de muito luxo, mas super ajeitadinho.

 

Pronto: já tínhamos o lugar para dormir, o voo já estava programado para as 5 horas da manhã e os despertadores já estavam ajustados para as 4h30. Assim, tínhamos um tempinho ainda até a noite chegar, decidimos aproveitá-lo caminhando pela cidade. Durante a janta, conversando com um morador local, fomos informados de que naquele castelo que vimos na entrada, haveria um show de som e luz durante a noite, contando sua história. Ficamos super empolgados e decidimos ir. Não nos arrependemos. É realmente lindo! Tudo acontece no pátio interno do palácio. Quando chegamos, todas as luzes estavam ligadas, ressaltando os detalhes daquela arquitetura fantástica. A noite estava fria e tínhamos levado pouca roupa, afinal, o planejado não era dormir por lá… mas valeu cada tremida… foi lindo ver, aos poucos, o show tomando forma, os desenhos projetados nas paredes internas do castelo…e toda a movimentação de som e luz,…certamente nos transportamos para aquela época! 😀

 

No dia seguinte, beeem cedinho, acordamos e esperamos na frente do hotel, local combinado para encontro. Uma espécie de jipe parou na porta e entramos. Depois de buscar outros turistas, finalmente chegamos ao local da decolagem. O guia informou que não saberia o trajeto nem sequer aonde seria o pouso, pois tudo depende das condições climáticas. Assim, sugeriu que curtíssemos o voo e aproveitássemos tudo lá em cima ao máximo.

 

Ao entrar no balão, o primeiro desafio. O David tinha feito, há menos de um mês, uma operação para colocar “âncoras” no ombro, pois o mesmo se deslocava, ou melhor, saía do lugar mesmo. O médico foi taxativo ao recomendar repouso e juro que estávamos tentando,… mas não poderíamos deixar passar uma oportunidade como essa! hehehe Que dilema! Foi aí que descobrimos que a entrada no balão acontece quando o cesto (aquele lugar que ficamos em pé enquanto uma bola gigante de ar quente flutua pelos céus) está deitado, ou seja, para entrarmos, deveríamos estar deitados, inclinados, no cesto… #medo

 

No final, tudo deu certo e, aos poucos, o balão foi subindo, apresentando, em pedaços, a vista maravilhosa que teríamos pela frente. O sol ainda estava tímido e, com seu leve tocar ao solo, o sereno na vegetação, bem devagar, levantada um leve sereno… lindo!

 

De repente, o som de um trem se aproxima rapidamente e vemos, no horizonte, uma enorme serpente sobre os trilhos…ao desviar o olhar para o lado, avistamos outro lindo castelo. Um pouco mais a frente, um lindo jardim…era uma exposição do gênero na região. A paisagem era como se alguma criança estivesse, aos poucos, modelando uma paisagem para nos impressionar… e confesso que conseguiu! Ficamos todos encantados com tudo o que víamos. O barulho do fogo, subindo e bailando para nós, era a trilha sonora perfeita para a ocasição.

 

Finalmente, tocamos o solo e fomos surpreendidos por nosso café da manhã: croissants e espumante, que delícia! Como brinde, ganhamos também um diploma de participação. Não preciso falar que foi nosso troféu a viagem toda! 😀

 

Como estávamos numa região cercada de castelos, decidimos aproveitar as poucas horas restantes para conhecer três próximos a cidade. Em frente aquele lugar que pedimos informação turísticas, sai uma linha de ônibus circular que contempla os castelos Chambord, de Cheverny e, claro, o de Blois. É muito rápido e os ônibus são, normalmente, pontuais.

 

Esses castelos são lindos! Você encontra na região de cada um deles restaurantes ou lancherias e lojas de souvenirs. É uma linda viagem no tempo que certamente ficará marcada!

 

*** Hmmm…. peraí! Em tempo, preciso registrar. Realmente,  não estávamos com o dia livre. Nessa viagem para Londres e Paris, fomos com um querido casal de amigos (Natália e Fabiano) e tínhamos combinado irmos em um jogo de Rolland Garros com eles…. mas a vontade de ir conhecer o Vale do Loire foi tamanha, que decidimos largar tudo e nos jogarmos nessa aventura! Desculpa pessoal… fica para a próxima viagem, que tal?!

 

Enjoy!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Data da viagem: 02/06/10 e 03/06/10

 
2 Comentários

Publicado por em 21 de Janeiro de 2012 em França

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Munique – Alemanha

Olá a todos!

Das cidades que visitamos na Alemanha, certamente Munique, ou München, é, de longe, a mais divertida! Não é a toa que lá encontramos a maior Oktoberfest do mundo!!

Quando você reservar o hotel, sugiro que escolha algum próximo a Marienplatz, no centro da cidade. Assim, você poderá caminhar tranquilamente a qualquer horário, aproveitando cada minutinho a cidade da festa do chopp!

Bom, já que falei da Praça da Maria, vamos começar por ela… é uma das mais importantes da cidade. A maior parte histórica da cidade está ali pertinho e você passará por ela diversas vezes durante sua estadia. Sua importância vem desde o século XIX, quando acolhia um importante mercado de produtos agrícolas. O ponto mais bonito do prédio histórico localizado na praça e a Coluna de Maria, ou Mariensaeule. Trata-se de um pilar erguido em 1638 por Maximiliano I, em homenagem a padroeira da cidade da Baviera. No topo, você poderá ver um lindo carrilhão antigo, que, diariamente, apresenta um lindo espetáculo. Programe-se, pois vale muito a pena… a praça fica lotada de turistas, que direcionam seus olhares para o alto só para admirar o “show”.

De 1 de março a 31 de outubro os horários são: 11h, 12h e 17h

De 1 de novembro a 28 ou 29 de fevereiro: 11h e 12h

Vale a pena falar que no andar térreo desse prédio é possível encontrar um Ponto de Informações ao Turista. Ali você pode acessar informações locais e de passeios pela região. São muito organizados e prestativos… até mesmo para quem não fala nada de alemão, mas se vira no inglês 😀

Para quem gosta de um turismo religioso, duas lindas igrejas que você não pode deixar de conhecer. A primeira, Peterskirche, ou Igreja de São Pedro, que fica a direita desse edifício antigo que falei. É a igreja mais antiga da cidade. Algumas pessoas dizem que ela é mais antiga que a própria cidade e que foi construída por monges, que deram nome a cidade. Ela é uma linda mistura entre o gótico e o barroco e está muito bem conservada. Seu campanário é um dos principais símbolos de Munique.

A outra é a Asam-Kirsche ou Igreja dos Irmãos Asam. Confesso que penamos um pouco para encontrá-las, pois, na verdade, originalmente, a igreja era privada de Agid Quirin Asam, que residia na casa ao lado e só foi aberta pois foram obrigados pelas autoridades locais. Agid era arquiteto e projetou toda a igreja, contando com a ajuda de seu irmão, que se encarregou de pintar os afrescos. Uma pequena janela oval permite a entrada de luz no ambiente. Quando você entra no local, não sabe para onde direcionar o olhar, pois o lugar é repleto de detalhes perfeitamente colocados… seria um pecado não permitir a entrada do povo em um lugar tão lindo!

Seguindo o passeio, encontramos o Mercado de Vitualhas, ou Viktualienmarket, novamente, como todo o mercado local, encontra-se de tudo! Você pode fazer alguma refeição, encontrar artesanato local, lindas flores, enfim… tem de tudo um pouco! No período que estávamos por lá, era época de aspargos… assim, nada mais comum do que encontrar em todos os pratos… inclusive em embalagens que vendiam sushi para levar… uma fofura! 😀 No mercado é possível encontrar uma grande torre, chamada de Isartor. Foi construída no século XIV para comemorar a entrada triunfal de Luís IV, o Bávaro, após sua vitória na batalha de Ampfing.

Infelizmente, não conseguimos visitar o Museu da Cerveja, pois não estava aberto no dia que ficamos por lá… mas todos dizem que vale muito a pena! Fica para a próxima… com sorte, vamos em outubro e aproveitamos a cidade de maneira completa! hehehe Mas, não deixamos por menos! Visitamos a tradicional cervejaria Hofbräuhaus am Platzl. Fundada em 1589 pelo Duque William V da Baviera, era de uso exclusivo dele até 1828, quando foi aberta ao público. Destruída na Segunda Guerra, foi  reconstruída em 1958. Reza a lenda que esta é a cervejaria favorita de Hitler… e que ali dentro, em fevereiro de 1920, foram organizadas as ideias e regras do Partido Nazista. Ali, você pode se deliciar com comidas tipicamente alemãs, como carne de porco, joelho de porco, salsicha branca, entre outras, além, é claro, da música, que é tocada o dia todo sem parar… escolha sua mesa e aproveite! Outro restaurante de comida típica deliciosa é o Ratskeller… vale a pena conferir! (http://www.ratskeller.com/index.php?id=3) Prosit!!

E para quem adoooora um souvenir local, a cidade é repleta de lojinhas de roupas típicas… juro que resisti muito para não trazer uma pra mim!! São muito lindinhas!!

Um passeio muito bacana também é conhecer um castelo que fica no centro da cidade, chamado de Residenz, ou Residência. Foi morada dos Wittelsbach entre os séculos XIV e XIX e atualmente uma parte é aberta a visitação. Você tem duas ou três opções de roteiro quando compra o ticket, podendo incluir os jardins e tesouros, ou uma volta rápida. Inclui um audio-guia em português que ajuda a explicar cada cantinho do lugar. Vale a pena pegar, pois alguns recantos geram curiosidade, que poderá ser sanada ao ouvir a história. Entre os pontos principais, você encontrará a sala do antiquário e uma espécie de santuário todo feito de conchas de praia… tudo muito rico em detalhes, e vale a pena conferir, mesmo escolhendo o menor passeio.

Na cidade também é possível utilizar o sistema de ônibus para ter uma visão ampla da cidade. Como decidimos ficar somente na parte histórica do centro, não o utilizamos, mas é mais uma alternativa de passeio para quem chega a cidade.

Um outro lugar interessante de se visitar é a Allianz-Arena, inaugurada em 2005, que possui capacidade de 69.000 pessoas. No primeiro dia que estávamos em Munique, tivemos  a oportunidade de ver os torcedores voltando do jogo e era emocionante ver centenas de pessoas subindo as escadarias do metrô, cantando as músicas de seu time… um show de respeito e de diversão. Aliás, nisso, os alemães são excepcionais. Em qualquer lugar é possível encontrar pessoas bebendo, mas, no período que estivemos por lá, não vimos ninguém abusando do limite, como frequentemente vemos aqui no Brasil. Você chega ao estádio de metrô. É muito rápido e você pode chegar ao estádio caminhando. Mesmo que não tenha jogo, você pode visitar o estádio e conhecer a estrutura… existem algumas lojinhas lá dentro que também são abertas a visitação.

Para você que tem mais tempo (infelizmente, não foi o nosso caso), aproveite para conhecer o famoso castelo que inspirou Walt Disney na construção do castelo da Bela Adormecida. Trata-se do Castelo de Neuschwanstein. Para chegar lá, somente contratando um passeio de um dia. São duas horas de viagem somente para a ida e não existem opções de trem para chegar lá. Foi construído por Luís II da Baviera, no século XIX, e hoje é um dos mais  populares destinos turísticos europeus. Em 2007, foi um dos finalistas do concurso Sete Maravilhas do Mundo Moderno.

Para adoçar a vida, a cidade é repleta de padarias e confeitarias, entretanto, a que nos chamou a atenção de longe foi a MAELU (http://www.maeser-luksch.de/). O lugar é o paraíso na terra… passando na frente da loja, não tem como resistir aos docinho coloridos e ricamente decorados. Não é raro encontra-la lotada, mas vale a pena cada pedacinho… não é só bonito, é saboroso demais…. hmmm…delícia! Ainda bem que Munique fica bem longe daqui!!!

Na época que estivemos por lá, conhecemos uma lojinha que ainda não tinha chegado aqui, chamada Pylones. Hoje é possível encontra-la no Brasil, mas, já que você está por lá, vale a pena uma passadinha… tem coisas bem úteis (outras nem tanto) para casa, sem deixar de lado a graça e a beleza. (http://www.pylones.com/accueil.php?lang=en).

O trajeto do aeroporto para o hotel é muito tranquilo. Você pode pegar o metrô no aeroporto mesmo. No nosso caso, chegou bem pertinho do hotel. Vale a pena conferir no mapa, na hora da compra, se fica perto de alguma estação… depois é só aproveitar! 😀

Enjoy!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Data da viagem: 15/05/11 a 17/05/11

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 21 de Janeiro de 2012 em Alemanha

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,