RSS

Arquivo de etiquetas: Wittelsbach

Munique – Alemanha

Olá a todos!

Das cidades que visitamos na Alemanha, certamente Munique, ou München, é, de longe, a mais divertida! Não é a toa que lá encontramos a maior Oktoberfest do mundo!!

Quando você reservar o hotel, sugiro que escolha algum próximo a Marienplatz, no centro da cidade. Assim, você poderá caminhar tranquilamente a qualquer horário, aproveitando cada minutinho a cidade da festa do chopp!

Bom, já que falei da Praça da Maria, vamos começar por ela… é uma das mais importantes da cidade. A maior parte histórica da cidade está ali pertinho e você passará por ela diversas vezes durante sua estadia. Sua importância vem desde o século XIX, quando acolhia um importante mercado de produtos agrícolas. O ponto mais bonito do prédio histórico localizado na praça e a Coluna de Maria, ou Mariensaeule. Trata-se de um pilar erguido em 1638 por Maximiliano I, em homenagem a padroeira da cidade da Baviera. No topo, você poderá ver um lindo carrilhão antigo, que, diariamente, apresenta um lindo espetáculo. Programe-se, pois vale muito a pena… a praça fica lotada de turistas, que direcionam seus olhares para o alto só para admirar o “show”.

De 1 de março a 31 de outubro os horários são: 11h, 12h e 17h

De 1 de novembro a 28 ou 29 de fevereiro: 11h e 12h

Vale a pena falar que no andar térreo desse prédio é possível encontrar um Ponto de Informações ao Turista. Ali você pode acessar informações locais e de passeios pela região. São muito organizados e prestativos… até mesmo para quem não fala nada de alemão, mas se vira no inglês 😀

Para quem gosta de um turismo religioso, duas lindas igrejas que você não pode deixar de conhecer. A primeira, Peterskirche, ou Igreja de São Pedro, que fica a direita desse edifício antigo que falei. É a igreja mais antiga da cidade. Algumas pessoas dizem que ela é mais antiga que a própria cidade e que foi construída por monges, que deram nome a cidade. Ela é uma linda mistura entre o gótico e o barroco e está muito bem conservada. Seu campanário é um dos principais símbolos de Munique.

A outra é a Asam-Kirsche ou Igreja dos Irmãos Asam. Confesso que penamos um pouco para encontrá-las, pois, na verdade, originalmente, a igreja era privada de Agid Quirin Asam, que residia na casa ao lado e só foi aberta pois foram obrigados pelas autoridades locais. Agid era arquiteto e projetou toda a igreja, contando com a ajuda de seu irmão, que se encarregou de pintar os afrescos. Uma pequena janela oval permite a entrada de luz no ambiente. Quando você entra no local, não sabe para onde direcionar o olhar, pois o lugar é repleto de detalhes perfeitamente colocados… seria um pecado não permitir a entrada do povo em um lugar tão lindo!

Seguindo o passeio, encontramos o Mercado de Vitualhas, ou Viktualienmarket, novamente, como todo o mercado local, encontra-se de tudo! Você pode fazer alguma refeição, encontrar artesanato local, lindas flores, enfim… tem de tudo um pouco! No período que estávamos por lá, era época de aspargos… assim, nada mais comum do que encontrar em todos os pratos… inclusive em embalagens que vendiam sushi para levar… uma fofura! 😀 No mercado é possível encontrar uma grande torre, chamada de Isartor. Foi construída no século XIV para comemorar a entrada triunfal de Luís IV, o Bávaro, após sua vitória na batalha de Ampfing.

Infelizmente, não conseguimos visitar o Museu da Cerveja, pois não estava aberto no dia que ficamos por lá… mas todos dizem que vale muito a pena! Fica para a próxima… com sorte, vamos em outubro e aproveitamos a cidade de maneira completa! hehehe Mas, não deixamos por menos! Visitamos a tradicional cervejaria Hofbräuhaus am Platzl. Fundada em 1589 pelo Duque William V da Baviera, era de uso exclusivo dele até 1828, quando foi aberta ao público. Destruída na Segunda Guerra, foi  reconstruída em 1958. Reza a lenda que esta é a cervejaria favorita de Hitler… e que ali dentro, em fevereiro de 1920, foram organizadas as ideias e regras do Partido Nazista. Ali, você pode se deliciar com comidas tipicamente alemãs, como carne de porco, joelho de porco, salsicha branca, entre outras, além, é claro, da música, que é tocada o dia todo sem parar… escolha sua mesa e aproveite! Outro restaurante de comida típica deliciosa é o Ratskeller… vale a pena conferir! (http://www.ratskeller.com/index.php?id=3) Prosit!!

E para quem adoooora um souvenir local, a cidade é repleta de lojinhas de roupas típicas… juro que resisti muito para não trazer uma pra mim!! São muito lindinhas!!

Um passeio muito bacana também é conhecer um castelo que fica no centro da cidade, chamado de Residenz, ou Residência. Foi morada dos Wittelsbach entre os séculos XIV e XIX e atualmente uma parte é aberta a visitação. Você tem duas ou três opções de roteiro quando compra o ticket, podendo incluir os jardins e tesouros, ou uma volta rápida. Inclui um audio-guia em português que ajuda a explicar cada cantinho do lugar. Vale a pena pegar, pois alguns recantos geram curiosidade, que poderá ser sanada ao ouvir a história. Entre os pontos principais, você encontrará a sala do antiquário e uma espécie de santuário todo feito de conchas de praia… tudo muito rico em detalhes, e vale a pena conferir, mesmo escolhendo o menor passeio.

Na cidade também é possível utilizar o sistema de ônibus para ter uma visão ampla da cidade. Como decidimos ficar somente na parte histórica do centro, não o utilizamos, mas é mais uma alternativa de passeio para quem chega a cidade.

Um outro lugar interessante de se visitar é a Allianz-Arena, inaugurada em 2005, que possui capacidade de 69.000 pessoas. No primeiro dia que estávamos em Munique, tivemos  a oportunidade de ver os torcedores voltando do jogo e era emocionante ver centenas de pessoas subindo as escadarias do metrô, cantando as músicas de seu time… um show de respeito e de diversão. Aliás, nisso, os alemães são excepcionais. Em qualquer lugar é possível encontrar pessoas bebendo, mas, no período que estivemos por lá, não vimos ninguém abusando do limite, como frequentemente vemos aqui no Brasil. Você chega ao estádio de metrô. É muito rápido e você pode chegar ao estádio caminhando. Mesmo que não tenha jogo, você pode visitar o estádio e conhecer a estrutura… existem algumas lojinhas lá dentro que também são abertas a visitação.

Para você que tem mais tempo (infelizmente, não foi o nosso caso), aproveite para conhecer o famoso castelo que inspirou Walt Disney na construção do castelo da Bela Adormecida. Trata-se do Castelo de Neuschwanstein. Para chegar lá, somente contratando um passeio de um dia. São duas horas de viagem somente para a ida e não existem opções de trem para chegar lá. Foi construído por Luís II da Baviera, no século XIX, e hoje é um dos mais  populares destinos turísticos europeus. Em 2007, foi um dos finalistas do concurso Sete Maravilhas do Mundo Moderno.

Para adoçar a vida, a cidade é repleta de padarias e confeitarias, entretanto, a que nos chamou a atenção de longe foi a MAELU (http://www.maeser-luksch.de/). O lugar é o paraíso na terra… passando na frente da loja, não tem como resistir aos docinho coloridos e ricamente decorados. Não é raro encontra-la lotada, mas vale a pena cada pedacinho… não é só bonito, é saboroso demais…. hmmm…delícia! Ainda bem que Munique fica bem longe daqui!!!

Na época que estivemos por lá, conhecemos uma lojinha que ainda não tinha chegado aqui, chamada Pylones. Hoje é possível encontra-la no Brasil, mas, já que você está por lá, vale a pena uma passadinha… tem coisas bem úteis (outras nem tanto) para casa, sem deixar de lado a graça e a beleza. (http://www.pylones.com/accueil.php?lang=en).

O trajeto do aeroporto para o hotel é muito tranquilo. Você pode pegar o metrô no aeroporto mesmo. No nosso caso, chegou bem pertinho do hotel. Vale a pena conferir no mapa, na hora da compra, se fica perto de alguma estação… depois é só aproveitar! 😀

Enjoy!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Data da viagem: 15/05/11 a 17/05/11

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 21 de Janeiro de 2012 em Alemanha

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Viena – Áustria

Para quem gosta de ópera, concertos e balé, esta é a cidade. Local onde você poderá conhecer a igreja onde Mozart se casou, batizou seu dois filhos e onde aconteceu seu funeral, onde a famosa valsa Danúbio Azul foi composta. Aliás, falando nisso, esse é o nome do rio que corta a cidade e que liga, através de diversos roteiros, a outras cidades próximas na região.

Em Viena você encontra uma vida cultural riquíssima. Com 15 mil concertos ao ano e cerca de 21 mil lugares nos teatros, acredite, você poderá ter dificuldades de encontrar ingressos a venda. Aliás, não se surpreenda se um sujeito com aquelas perucas brancas e roupas de época vier falar contigo, não, você não fez nenhuma viagem no tempo… é apenas um simpático vendedor oferecendo alguma peça ou apresentação. Com eles você poderá encontrar todas as informações necessárias para as programações, que, aliás, acontecem não somente a noite. Se vale um conselho, no primeiro dia, dê uma voltinha para ver se encontra alguma apresentação disponível, mesmo que você não seja um dos maiores fãs, vale a pena. É lindo! O lugar que concentra esses vendedores é na praça principal da cidade ou próximo ao Wiener Staatsoper, próximo ao Sacher Hotel (não deixe de experimentar o melhor doce do mundo, a famosa Torta Sacher – http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/11793_O+MELHOR+DOCE+DO+MUNDO.

Vale a pena conferir, apesar de não concordar muito com esse título. Já que você está por ali, sugiro fazer um tour com direito a hopp on/hopp off (ou seja, você pode parar em pontos turísticos no trajeto e voltar, sem custo adicional). A empresa oferece três tipos diferentes de passeio (http://www.viennasightseeing.at/webandco/content/pdf/map_2011.pdf), todos com uma hora de duração. O primeiro (Ring – vermelho) faz uma volta no Rigstrasse, partindo da Staatsoper State Opera, passando por Heldenplatz Heroes Square, Universität University, Schwedenplatz Twin City Liner, Stephansdom St. Stephen´s Cathedral, Hotel Hilton Hilton Hotel, Kursalon Kursalon, retornando para o ponto de partida. Nesse tour você poderá conhecer melhor a parte central de Viena. Caso tenha tempo, sugerimos que faça a linha Donau (Azul) no mesmo dia, afinal são poucos pontos, mas que valem a pena uma voltinha. Um dos locais de parada do ônibus é o Donauturm ou Torre do Danúbio. Essa torre de 252 metros de altura está entre das 64 mais altas do mundo, e você poderá apreciar a cidade de cima, aproveitando a pausa para almoçar ou fazer uma refeição. Para isso, reserve com antecedência, pois o restaurante giratório é bastante concorrido. No dia seguinte, sugiro fazer o último passeio da linha, o Shönbrumm (verde), que passa pelos castelos. Sugiro reservar um dia, ou grande parte dele, pois você passará por lugares lindos, como o Castelo de Shönbrumm Aproveite para almoçar na torre.

Você realmente não conheceu Viena até visitar a famosa roda gigante Wiener Riesenrad, no Parque Prater, com seus vagões vermelhos. Com altura equivalente a um prédio de 21 andares, foi construída para uma feira mundial que aconteceu na cidade em 1897, e hoje é o ponto central de um parque de diversões. Em 1944 sofreu um incêndio, sendo reconstruída no ano seguinte, com o número de vagões reduzidos a metade.

Outro passeio bastante característico da cidade são as charretes. Em frente a catedral de São Estêvão, você pode escolher a sua e percorrer o centro histórico da cidade, passando Palácio Hofburg, antiga casa dos Habsburgo.

Ao final, passe por alguma sorveteria da região… simplesmente AMEI o de chocolate!!! Vale muito a pena… são sorvetes artesanais deliciosos! Dá uma olhadinha…

Por fim, como qualquer cidade, sempre vale a pena visitar o Mercado Central, chamado de Naschmarkt. Lá você poderá conhecer um pouco mais sobre a gastronomia local, mas não somente isso, existem diversos restaurantes para todos os gostos. Você também poderá encontrar especialidades locais deliciosas! Separe um pedacinho do seu dia para almoçar (ou jantar) e dar uma voltinha. Ali também existem lojinhas que vendem roupas típicas…. uma gracinha!

Enjoy!

Data da viagem: 11/05/11 a 14/05/11

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 20 de Janeiro de 2012 em Viena

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,